Colômbia

Roteiro de 8 dias na Colômbia

O que conhecer em oito dias na Colômbia

Se você vai passar oito dias na Colômbia e não sabe o que conhecer, confira o roteiro que preparamos para você aproveitar ao máximo sua viagem. Com 8 dias de viagem, é preciso ser definir os lugares mais importantes para conhecer. Por isso, nesta matéria vamos mostrar um roteiro com as principais atrações que você precisa conhecer nas poucas horas em que estará na Colômbia. Confira nosso roteiro de 8 dias na Colômbia:

Parque Arví

E se você está planejando viajar para lá, não deixe de conferir também as dicas imperdíveis de como economizar muito na viagem à Colômbia. São dicas muito boas, que valem a pena e que vão fazer você economizar muito em todo o planejamento da viagem e quando estiver lá. Sua viagem à Colômbia vai sair mais barata do que imaginava e você poderá aproveitá-la ainda mais. Agora veja tudo sobre o roteiro de 7 dias na Colômbia.

Primeiro dia – Bogotá

Bogotá é a capital da Colômbia e uma das cidades preferidas dos turistas que viajam ao país. Se você for de avião à Colômbia, muito provavelmente terá o seu desembarque – e embarque de volta ao Brasil – em Bogotá, então aproveite e dedique dois dias inteiros à cidade e curta tudo o que ela pode proporcionar. No primeiro dia em Bogotá, você pode priorizar as atrações mais importantes da cidade para não perder nenhum ponto turístico famoso. Comece seu roteiro, de preferência, indo até o bairro de La Candelaria, o principal da capital. Lá você vai encontrar muitos lugares incríveis e de uma beleza sem igual. É nessa região que estão os principais museus da cidade, bem como a praça que reúne os grandes monumentos históricos, além de alguns palácios do governo nacional e a residência oficial do Presidente da República. Depois, vale ver as ruas estreitas do Centro Histórico, que são propícias para serem exploradas a pé.

La Candelaria na Colômbia

Na hora do almoço, não se esqueça de passar nos principais restaurantes da região, como o aconchegante La Ventana ou o Prudencia, que é mais fino e um pouco mais caro que os demais. No entanto, se você busca opções mais econômicas, não se preocupe, pois há várias lanchonetes espalhadas por La Candelaria e restaurantes com preços que cabem em todos os bolsos. Durante a tarde, ainda no mesmo bairro, você pode visitar o Museu do Ouro, um dos mais aclamados de toda América Latina, que tem peças raríssimas e muitas coleções, todas feitas em ouro. O museu está aberto de terça a domingo, a partir das 10 horas da manhã. E finalmente, à noite, se ainda estiver muito animado, vale a pena conhecer algum dos bares ou casas noturnas da capital colombiana. São lugares bem parecidos com os do Brasil e que contam com muita agitação e danças ao ritmo de música eletrônica e latina.

Vida noturna de Bogotá

Segundo dia – Bogotá

Em seu segundo dia, indicamos que você vá, logo pela manhã, ao Santuário do Senhor de Monserrate, que está a 9 minutos de carro do bairro de La Candelaria e a 3.172 metros acima do nível do mar. Lá você pode passar a manhã caminhando e se divertindo por essa colina que domina o centro de Bogotá e que, aliás, é o melhor mirante da cidade. Para subir, você pode utilizar o teleférico ou mesmo ir a pé. A paisagem local é bela, com muito verde, cenários que remontam à colonização espanhola e com uma variedade de locais para relaxar. Vale conferir!

Vista aérea de Bogotá

À tarde, vale conhecer o jardim botânico no Park 93. Localizado a cerca de 40 minutos de carro de Monserrate, ele é o maior jardim botânico de toda a Colômbia. Com quase 20 hectares, ele concentra uma rica fauna e flora desde que foi fundado, em 1995. O jardim botânico é um passeio gostoso para fazer em família ou amigos, e funciona todos os dias das 8h às 17h, abrindo uma hora mais tarde nos finais de semana e feriados. Para entrar, os ingressos custam em média 2.700 pesos para os adultos, enquanto crianças de 4 a 12 anos pagam 1.400 pesos; já para os menores de 4 anos ou maiores de 60, a entrada é 100% gratuita. E após um dia inteiro de muitas caminhadas e passeios, vale relaxar nos restaurantes e bares no coração da cidade. Não é à toa que eles são um dos melhores para passar a noite em Bogotá. No entanto, não saia muito tarde, pois o próximo passeio exigirá que você se levante bem cedo.

Parque de Bogotá

Terceiro dia – Bogotá

Comece este dia conhecendo o bairro de Macarena, também conhecido como Zona M, que fica bem ao lado do centro de Bogotá e também oferece opções ótimas de o que fazer, como a Biblioteca Nacional da Colômbia, o Planetário, o Museu de Arte Moderna de Bogotá, o Museu Nacional da Colômbia e a Plaza de Toros. Cada um desses lugares pode interessar mais a cada viajante, a depender do tipo de turismo que ele está fazendo, mas são todos passeios bastante elogiados em Bogotá.

Bairro de Macarena em Bogotá

Se preferir, na cidade vizinha a Bogotá, Zipaquirá, é possível conhecer um dos principais destinos religiosos do mundo. Muito famosa e visitada, a Catedral de Zipaquirá fica dentro de uma mina de sal e tem imagens divinas iluminadas de uma forma inusitada, diferente de tudo o que você já viu.

Catedral de Zipaquirá

Quarto dia – Medellín

Em seu quarto dia na Colômbia, você viajará até Medellín, que está localizada a 1h30 de avião de Bogotá. Uma vez na cidade, você pode visitar a Plaza Botero, que reúne esculturas do artista famoso, e o Jardim Botânico da cidade. O passeio é 100% gratuito e conta, principalmente, com um “mariposário”, onde você vai poder andar em meio às borboletas. Além disso, o Jardim Botânico também é uma boa pedida para passear e já conhecer o “Pulmão de Medellín”, tendo não só uma grande variedade de plantas e flores, como uma arquitetura curiosa e bem trabalhada.

Museo el Castillo

E a apenas dois minutos a pé, você vai encontrar o Parque Explora. Lá há várias estátuas de dinossauros, museus e um espaço enorme para a meninada, como sugere o próprio nome do parque, explorar. O passeio não é gratuito, mas vale a pena! Vale conhecer também neste dia o bairro El Poblado e o Museo el Castillo, um castelo de estilo gótico de 1930, cheio de jardins bem cuidados e inspirado nos castelos franceses.

Quinto dia – Medellín

Pode parecer estranho, mas o metrô e os Metrocable’s são também uma atração imperdível da cidade, e por isso você pode começar seu quinto dia de viagem andando nele. O sistema de transporte funciona por uma espécie de teleférico que ligam os metrôs às comunidades carentes. A vista do teleférico é incrível, pois sobe os Andes. Existem duas linhas, mas a mais recomendada para os turistas é a que se liga à estação de metrô Acevedo, subindo até Santo Domingo. De lá, você chega no Parque Arví, que é um dos mais famosos da cidade.

Metrocables em Medellín

À tarde, com uma viagem de cerca de 2h30, é possível chegar às belas montanhas de Medellín, que na verdade ficam na cidade de Guatape. Aproveite para conhecer, além da região, as famosas ruas de pedra e o principal ponto turísticos da cidade, La Piedra del Peñol, que tem 220 metros de altura, 740 degraus e uma vista incrível. Se você tiver mais tempo na cidade, aproveite ainda para conhecer de perto a Laguna de Guatape, uma das belezas naturais da região mais lindas.

Guatape - Colômbia

Sexto dia – San Andrés

Em seu sexto dia de roteiro, vá para San Andrés, que é uma das partes mais fantásticas da Colômbia. A viagem até lá dura quase 2h de avião, mas você poderá descansar o resto do dia nas incríveis praias e pontos turísticos. Aproveite seu primeiro dia em San Andrés para conhecer uma das praias que tornam a ilha famosa. Trata-se da praia Rocky Cay, que é a mais afastada do centro da ilha, mas é uma das mais tranquilas. É uma praia linda, mais vazia e com muita infraestrutura. Lá você pode conhecer uma pequena ilhazinha logo ao lado, que você pode chegar literalmente andando dentro da água. Tem um navio encalhado que marca essa pequena ilha. Rock Cay costuma ser um passeio de um dia, então aproveite para relaxar bem neste primeiro dia.

Ilha em San Andrés

Finalize seu dia em San Andrés conhecendo um dos melhores restaurantes da ilhaO La Regatta é sem dúvidas o mais famoso de todos, servindo frutos do mar e comida caribenha, além de algumas opções internacionais. A comida é muito elogiada e o ambiente faz parte da experiência, já que é lindo e de frente para o mar. Além disso, a vista é incrível e o atendimento também é ótimo. A soma desses fatores faz com que os pratos do restaurante não sejam dos mais baratos, mas que ainda assim, valem muito a pena para o seu roteiro por San Andrés.

Restaurante La Regatta

Sétimo dia – San Andrés

Em seu segundo dia por San Andrés, nade com peixinhos em um dos dois grandes aquários da ilha. O mais famoso é Cayo El Acuario, um verdadeiro aquário natural que não é nada pequeno, com corais em volta e peixes, além de outros animais do mar. O lugar tem uma estrutura ótima para quem quer fazer mergulhos, oferecendo aluguel de snorkel e outros equipamentos. Já Cayo Bolivar é um ponto especial para descansar, tomar sol e banhos de mar – tudo isso a 32 km de San Andrés. Diferente de Cayo El Acuario, ele tem pouca estrutura, sendo procurada por quem quer se aventurar e aproveitar a natureza. É um lugar que realmente vale fazer o passeio em San Andrés.

Cayo El Acuario

Se quiser, conheça também em seu segundo dia na ilha o Museu Casa Isleña, um museu que retrata a história de San Andrés e mostra como os nativos da ilha viviam há alguns anos. Para finalizar, vá ao restaurante Capitain Mandy, que é mais simples, mas com ótimos pratos da culinária caribenha, latina e de frutos do mar. O atendimento aqui é bastante atencioso e os preços são ótimos. O ambiente é náutico e por isso, entre os pratos mais indicados estão os filés de peixes e aperitivos, além dos grandes combinados com camarões.

Museu da ilha - San Andrés

Oitavo dia – San Andrés

Comece seu último dia de roteiro conhecendo outra das praias mais famosas da ilha, a Spratt Bight. Ela fica bem ao centro da ilha e por isso, tem fácil acesso. Suas belezas naturais garantem um bom passeio, com lojas e restaurantes por perto, banhos de sol e kitesurf. Se estiver com crianças, ou ainda, se tiver curiosidade, vá conhecer também La Cueva de Morgan, um lugar mágico onde você conhecerá a lenda e histórias da ilha de San Andrés. Trata-se de uma caverna linda, onde o pirata Morgan teria escondido um tesouro.

Spratt Bight em San Andrés

O passeio conta um pouco da história da ilha e tem algumas casas (museus) temáticas, cheias de artesanato e aspectos culturais tradicionais. É um ponto turístico menor e menos frequentado, mas muito interessante. Para finalizar, conheça o restaurante Capitain Mandy, que é mais simples, mas com ótimos pratos da culinária caribenha, latina e de frutos do mar. O atendimento aqui é bastante atencioso e os preços são ótimos. O ambiente é náutico e por isso, entre os pratos mais indicados estão os filés de peixes e aperitivos, além dos grandes combinados com camarões.

La Cueva de Morgan em San Andrés

Use seu celular à vontade na Colômbia

Poder usar seu celular na Colômbia e em qualquer outro lugar do mundo é ótimo, pois ele acaba sendo muito útil. Você pode usar os aplicativos dos pontos turísticos e das cidades, além dos aplicativos de cupons de desconto. E se for alugar um carro, você economiza uns 100 euros por não precisar alugar um GPS, pois poderá usar o do celular. Com ele você também pode pesquisar os endereços e horários dos lugares, ver a previsão do tempo para se planejar para os passeios e, lógico, ficar conectado com todo mundo através de aplicativos e postar suas fotos da viagem à Colômbia nas redes sociais. Se quiser, veja as nossas dicas de como usar o celular à vontade na Colômbia. É super barato e você vai poder usar seu celular o dia inteiro em Bogotá, San Andrés, Cartagena e qualquer outro lugar da Colômbia e do mundo inteiro, caso vá para outros países na mesma viagem. E usando a internet do seu celular, você poderá pesquisar tudo sobre o roteiro de 7 dias na Colômbia quando estiver lá.

Use seu celular à vontade na Colômbia

Dicas para aproveitar melhor sua viagem à Colômbia

Agora que você já viu tudo sobre o roteiro de 7 dias na Colômbia, uma dica legal para quem vai para a Colômbia é que como alguns pontos turísticos, cidades, parques naturais, praias e atrações ficam bem afastadas, alugar um carro se torna essencial. Sem falar que com um carro você pode conhecer outras cidades da Colômbia além de Bogotá que são próximas, como Zipaquirá, explorar as suas estradas que são lindas e as maravilhosas paisagens e lugares naturais pelo caminho. Saiba tudo sobre o assunto aqui na matéria de aluguel de carro na Colômbia, com dicas incríveis de como conseguir um ótimo preço utilizando comparadores excelentes e economizando muito.

Dicas para aproveitar melhor sua viagem ao Uruguai

Não se esqueça do Seguro Viagem para a Colômbia

Uma dica importantíssima que reforçamos para todos que estão planejando viajar para fora do Brasil é que não se esqueça de fazer um Seguro Viagem Internacional. Ele é importantíssimo e ninguém deve viajar sem um para evitar problemas no exterior. O que muitas pessoas não sabem é que ele é super barato. Veja nossa matéria de Seguro Viagem para a Colômbia com tudo o que você precisa saber sobre o assunto, quais são os melhores seguros e dicas para fazer um excelente seguro por um preço incrível economizando muito.

Veja outras matérias legais da Colômbia:

O que fazer em Bogotá: Dicas do que fazer e conhecer na cidade.
Como levar dinheiro para a Colômbia: Melhores formas de levar seu dinheiro.
Cidades turísticas da Colômbia: As cidades colombianas mais famosas e visitadas.
Como achar hotéis muito baratos na Colômbia: Incrível pesquisador e dicas excelentes.

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *